MPU: Analista em Direito, funções da carreira

Segunda, 27 de Agosto de 2018

As inscrições para o Concurso MPU foram abertas no último dia 23, às 10h da manhã e vão até às 18h do dia 10 de Setembro. Todo o processo tem sido sem demora por conta da carência de servidores que o órgão sofre atualmente. Primeiro, o concurso de remoção, que é interno, foi realizado para que os próprios servidores da casa ocupassem cargos que estão vagos e logo em seguida o edital do concurso para novos servidores foi publicado, com as provas marcadas para 21 de Outubro de 2018.

Ao todo serão 7.236 candidatos aprovados, sendo 47 vagas imediatas e o restante para cadastro de reserva. Das vagas imediatas, 36 são para Analistas com especialidade em Direito e 11 para Técnico em Administração.

 A prova acontecerá na parte da manhã, com 120 questões sendo 50 de conhecimentos básicos e 70 de conhecimentos específicos, mais a prova discursiva que será aplicada somente para os candidatos ao cargo de analista. A taxa de inscrição custa R$60,00.

Apenas membros de família de baixa renda e inscritos no programa CadÚnico ou doadores de medula óssea podem pedir a isenção da taxa. A solicitação deverá ser feita no portal do CEBRASPE, através do preenchimento do formulário específico, entre os dias 23 de Agosto e 10 de Setembro. A relação provisória dos pedidos sairá dia 18 de Setembro.

Em um post anterior explicamos como é a carreira de um Técnico Administrativo do MPU, confira: http://bit.ly/2BJcPuJ

Hoje viemos explicar quais as funções de um Analista em Direito do MPU, começando pelo salário oferecido que é de R$11.259,81, com 40 horas semanais trabalhadas.

Confira algumas atribuições do cargo:

  • Auxilia dentro ou fora do ambiente da sede de trabalho, os membros e os superiores em processos judiciais e administrativos e em procedimentos extrajudiciais;
  • Colabora com os membros e os superiores em eventos oficiais, audiências e diligências;
  • Exerce avaliações e vistorias;
  • Desempenhar perícias quando formalmente designado pelo órgão competente;
  • Efetuar estudos, pesquisas e levantamentos de dados;
  • Formular e analisar informações, certidões, declarações, laudos, pareceres, relatórios e documentos congêneres;
  • Conceber minutas de atos administrativos e normativos;
  • Proporcionar planos, projetos, programas, diretrizes e políticas de atuação;
  • Procede na gestão de contratos quando formalmente designado;
  • Envolver-se em reuniões, comissões, grupos e equipes de trabalho;
  • Integrar-se do planejamento estratégico institucional e dos planos da sua unidade de atuação;
  • Constatar e cuidar pela segurança institucional no âmbito de sua área de atuação;
  • Amparar o público interno e externo através de telefone, correio eletrônico ou presencialmente;
  • Conceder informações sobre a localização e tramitação de processos e documentos;
  • Conduzir quanto à aplicação das normas internas ou da sua área de atuação;
  • Aconselhar e supervisionar estagiários e aprendizes;
  • Incluir dados e utilizar os sistemas de informação corporativos;
  • Analisar e cuidar pelo cumprimento dos prazos;
  • Desempenhar atividades relativas à instrução, tramitação e movimentação de processos, procedimentos e documentos;
  • Guardar e controlar o arquivo setorial;

Confira a análise do edital: https://www.youtube.com/watch?v=1QTfuVAPy8M&t=7s