PRF: Edital pode sair em Setembro

Quarta, 29 de Agosto de 2018

O edital que deveria sair ainda em Agosto, teve um atraso, pois a escolha da banca ainda não foi feita. Segundo o superintendente da Polícia Rodoviária Federal de Pernambuco, Alexandre Rodrigues da Silva, previsão agora é para Setembro.

A confirmação de 500 vagas para a PRF, divulgada através da publicação da portaria autorizativa, foi uma esperança de que o edital estivesse cada vez mais próximo, porém a escolha da banca que ficará responsável pelo concurso ainda não foi escolhida, o que deixa os concurseiros da PRF ansiosos. A corporação tem feito o possível para que essa escolha seja feita de forma ágil para que o edital saia brevemente.

No último concurso, em 2013, o CEBRASPE foi a banca organizadora e a seleção obteve mil vagas. As provas foram discursivas e objetivas, além disso, foram realizados teste de aptidão física, exame de saúde, avaliação psicológica, investigação social e (ou) funcional, avaliação de títulos e curso de formação. A primeira etapa conteve 120 questões com as seguintes disciplinas:

Português, Matemática, Noções de Direito Constitucional, Ética no Serviço Público, Noções de Informática, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Processual Penal, Legislação Especial, Direitos Humanos e Cidadania, Legislação Relativa ao DPRF, Física Aplicada à Perícia de Acidentes Rodoviária.

Os requisitos para concorrer ao concurso são: ter 18 a 65 anos de idade, com ensino superior em qualquer área, sendo homens ou mulheres. O candidato deve ter carteira de habilitação na categoria B, ou superior.

A remuneração inicial em 2018 é de R$9.931,57 e em 2019 R$10.357,88, esses valores já estão inclusos o valor de R$458,00 do auxílio-alimentação.

Funções do cargo:

  • Atuação na prevenção de acidentes e atendimento às vítimas;
  • Patrulhamento ostensivo nas rodovias federais para preservar a ordem, a segurança pública e o patrimônio da União;
  • Escolta de autoridades nacionais e internacionais, quando solicitado;
  • Policiamento, fiscalização e inspeção do transporte de bens de pessoas e do trânsito;
  • Organizar e assegurar a livre circulação das vias, principalmente em casos de acidentes, manifestações e calamidades.
  • Exercer poderes de autoridade de trânsito, autuando infratores, cobrando e arrecadando multas.

Acesse nosso site: http://bit.ly/2MjwRjw